26 de junho de 2013

Inspirações históricas em lolita: Chemise a la reine

Resolvi separar esse post do outro sobre rococó porque apesar de ser do Séc. XVIII, a chemise a la reine é bem distinta dos outros trajes do rococó. Além disso o outro post ficaria gigante. Nela podemos ver que as formas são mais fluídas, os tecidos mais leves e não há uma armação tão marcada.

Esse visual foi "lançado" pela Maria Antonieta, causando grande furor na época por ser considerado indecente. Mais sobre esse traje aqui.

Antonieta e seu indecente traje em 1783

O filme Marie Antoinette também mostra esse traje, quando a Maria Antonieta busca uma vida mais simples no seu Trianon

 Um outro filme que mostra esses trajes é The Duchess.

Na moda lolita:

    A solução pra adaptar a chemise a la reine não poderia ser mais simples: encurtar o comprimento do vestido. Eu particularmente acho que pra lolita evitar o cabelo tão levantado é melhor, assim como os chapéis gigantes.
    Abaixo exemplos de meninas que se inspiraram nesse traje para compor seus outfits:

 Não tenho a fonte =/

 Amy

 Vestido da Candy Violet


 Adaptação de chemise por ~bluerosetayu


Uma outra alternativa de releitura da chemise a la reine. 
Vestido da Krad Lanrete

Depois desse post mais curto finalmente encerramos ó século XVIII. Pelos meus cálculos ainda serão mais 3 posts, abordando o século XIX e outros períodos e que serão postados ainda essa semana.

Espero que tenham gostado e até mais o/

Inspirações históricas em lolita: Rococó


Secret postado na página Behind the bows.

  Eu sempre tive vontade de escrever um post assim porque eu amo história da moda :3 Então vivo juntando imagens de trajes históricos e alguns outfits lolitas com uma inspiração histórica mais evidente. Ver que o III Picnic Vitoriano está próximo me inspirou finalmente a escrever esse post, rs.
 
    Ligações Perigosas

Obs.:  Esse post não pretende ser um guia de história da moda mas sim dicas de como adaptar outras estéticas ao lolita. Linkado a várias palavras estão fontes e outras informações acerca do que é dito.Vamos lá.

Rococó

  Quem não lembra da Maria Antonieta ao lembrar do Rococó? Pois creio que ela pode ser uma boa referência do período sim. 

Marie Antoinette, icônico filme de Sophia Coppola


  Rococó foi um movimento artístico surgido na França, onde as artes plásticas retratavam os prazeres da aristocracia francesa. Tons pastéis, natureza,  exuberância riqueza de detalhes estão sempre presentes. Na moda podemos observar além desses fatores a armação mais lateral (pannier), aberturas na saia, mostrando uma anágua decorada, e babados. Babados everywere. Para ler mais sobre a moda do período clique aqui.

Mme de Pompadour, por Boucher

Como adaptar à moda lolita:

  Qualquer semelhança com algo que você já viu não é mera coincidência. Os subestilos que mais pegam referências do rococó são o hime e sweet lolita (ambos tem um post aqui no blog). Só que em lolita notamos que o formato da saia é o que mais muda, pois o volume passa a ser em formato de cupcake e o comprimento é no joelho.
  Podemos dizer que grande parte das características do hime lolita são tiradas do Robe a la française,  esse traje onde há um overdress (ou algo imitando esse efeito), mangas com babados na barra, anágua decorada e pregas nas costas. Mais sobre esse robe aqui.
  
Robe a la française, de 1765

Costas de um robe, mostrando as pregas.


Um ótimo exemplo de como adaptar o rococó à moda lolita.

   Jean Étienne Liotarf


Kyra, lolita brasileira, vestido da BTSSB



Dependendo de como a pessoa monta o outfit as referências podem aparecer em um gothic.
Vestido da antique beast




 As cores pasteis e os babados se encaixam bem em sweet lolita, como no vestido acima


Marie Anoinette, vestido da Mary Magdalene 
e sonho de consumo de pelo menos um quarto das lolitas, rs.

 A parte de trás desse vestido lembra o robe a la polonaise.


 Exemplo de como adaptar as pregas a um outfit lolita

Impossível falar de rococó + lolita sem citar a Lizchen, lolita russa que coloca referências do rococó em vários de seus outfits, além de fazer replicar trajes de época. Você pode ver mais fotos dela em sua página.



 Vestido por ~zeloco.



Exemplo de como usar referências do rococó em um outfit classical. 
Arashi, em um vestido feito pela Innocent World.


 Outro vestido que pode ser adaptado ao lolita para outfits mais sérios como o classical é o robe a la anglaise, onde há menos babados  e não há as pregas nas costas. 

 Conjunto da antique beast

Robe à l'anglaise, ca. 1770

 Caraco de 1760-70 que é facilmente adaptável a um outfit lolita.


Os chapéis tricórnio (tricorn hat) também são costumeiros na moda lolita, porém mais utilizados em pirate lolita.

Tricorn hat da One night dream 

Jacket de 1750

 Exemplo de jacket adaptado ao lolita

Um grupo de meninas phynas usando o vestido da Mary Magdalene
Amy.

Por hoje é só, rs. Espero que  tenham gostado, esse é o primeiro de uma série de 4 ou 5 posts que pretendo fazer, o próximo será sobre a chemise a la reine, ainda abordando o século XVIII.



 Quem quiser saber mais sobre o III Picnic vitoriano pode ver aqui.